Exercício físico: como escolher o melhor para você?

Não me odeiem mas não tem fórmula certa.

Não dá para falar “se você gosta de pular, faça isso” ou “se você quer emagrecer faça aquilo”. Essas fórmulas são todas mentirosas e eu posso te dizer o porquê: não adianta nada você fazer algo que não gosta.

Abaixo, vou citar alguns exercícios em academia.

DANÇA

Eis um exercício com alto gasto calórico e que é muito gostoso! Sabe o “quem dança seus males espanta”? Então, é isso mesmo: dançar é um exercício completo, onde você trabalha toda a musculatura do corpo, fortalecendo principalmente as pernas e o abdômen. Além disso, é uma atividade divertida, não dá para ficar entediado dançando, né?

ketan-rajput-614920-unsplash.jpg
Photo by ketan rajput on Unsplash

LUTA

Eu sou suspeita porque eu amo, mas lutas também são exercícios muito completos que trabalham agilidade e explosão, além de aumentar muito seu condicionamento físico. Nos primeiros treinos tudo dói, especialmente os braços, mas é coisa de fazer por um mês, pelo menos 3x na semana, para notar uma diferença enorme no rendimento. Além de tudo, oferece grande gasto calórico – ali é para suar mesmo!

johann-walter-bantz-198023-unsplash.jpg
Photo by Johann Walter Bantz on Unsplash

ALONGAMENTO

Esse não tem grande gasto calórico mas são exercícios MUITO gostosos! Trabalha o corpo inteiro e ideal para quem começou a sair do sedentarismo. Apesar de leves, os alongamentos melhoram a resistência muscular.

CIRCUITO FUNCIONAL

Lembra daqueles circuitos que o professor de educação física fazia na escola? Eles evoluíram para um treinamento super dinâmico focado em fortalecimento muscular. Os exercícios trabalham todos os grupos musculares e ajudam a criar resistência, porque são feitos em etapas alternando entre fortalecimento e aeróbico. O gasto calórico é bem alto, mas quem não está acostumado com exercícios pode passar mal ou sentir dores no dia seguinte. É normal, mas pode ser evitando sempre pensando em seus limites e passando um gelol depois (não é publi hahaha).

CROSSFIT

O CrossFit une princípios de levantamento de peso olímpico (LPO), atividade de condicionamento físico de alto gasto calórico, como corrida e remo, e até ginástica artística. Criado e lincenciado por Greg Glassman, é uma das modalidades que mais cresce no Brasil – que é o país com maior número de “boxes” (como são chamadas as academias de CrossFit) fora dos Estados Unidos. É um treinamento de alta performance, focado em aumento da resistência física e muscular.

clem-onojeghuo-120372-unsplash
Photo by Clem Onojeghuo on Unsplash

CROSS FIGHT

É muito parecido com o treinamento funcional mas também envolve luta! A modalidade, patenteada desde 2010 no Brasil pela academia Cross Fight, é um circuito híbrido entre funcional, elementos de musculação e lutas – e, olha, esse dinamismo faz muita diferença! O gasto calórico é alto e você vai criando resistência física em cada treino – em um mês, fazendo pelo menos 3x por semana, você já consegue perceber uma diferença grande no fôlego.

YOGA E PILATES

Essas também são atividades que mexem o corpo inteirinho! O pilates tem movimentos em que você usa o peso do próprio corpo, o que deixa o exercício bem proporcional. Yoga é muito bom para relaxar, mas também trabalha diversos grupos musculares por meio do equilíbrio.

emily-sea-198689-unsplash
Photo by Emily Sea on Unsplash

ESTEIRA, BIKE E ELÍPTICO

Eu, particularmente, acho muito entediante, mas tem quem curte. O gasto aqui depende mais da intensidade do que do exercício em si, mas é importante não forçar porque alguns exercícios tem muito impacto (esteira/bike). Se você gosta, coloca uma música animada, um audiobook ou um podcast para ouvir. Eu costumo fazer esses três depois do treino, com o corpo bem aquecido, porque me sinto melhor, mas a esteira também pode servir como aquecimento.

justyn-warner-529952-unsplash.jpg
Photo by Justyn Warner on Unsplash

MUSCULAÇÃO

Pegar peso pode ser bem chato também. Monta o exercício, levanta, repete 15x, descansa 1 minuto, repete 15x, desmonta o exercício zzzzzz. Eu acho bem chato, por isso adaptei meus treinos de musculação fazendo duas séries de exercícios diferentes intercalando com descanso ativo aeróbico. Por exemplo: faço uma série de agachamentos, outra de elevação do quadril e finalizo com um minuto de corda, repito 3x. Agrupar os exercícios me ajudou a ter mais prazer na musculação, que eu sempre achei MUITO chata de fazer.

___

Bom, coloquei aqui algumas das minhas impressões e os resultados de algumas leituras. Academia – e exercício físico em geral – precisa fazer você se sentir bem. Existem lugares bem ruins, onde há bastante body shaming e onde as pessoas podem ser bem cruéis, especialmente com corpos que, para elas, não são “ideais”. Porém, há lugares muito receptivos para PESSOAS que, independente dos seus corpos, estão buscando qualidade de vida.

Acima de tudo, experimente. Você vai achar atividades que gosta muito e aí o exercício não é uma “obrigação”, é um prazer. Eu detestava os dias de fazer exercício até que descobri a luta – e, se deixar, eu faço luta TODOS os dias!

Que tal começar uma atividade nova hoje?

___

Se você se interessou pelo Cross Fight ou lutas, posso te levar para fazer uma aula experimental – a academia fica em Pinheiros, São Paulo. 🙂 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário (é só preencher nome e e-mail)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s