Comida e Bebida · Receitas

Receita – Soba com funghi, shimeji, missô e shoyu

A aparência não é das melhores, afinal, cogumelos não são bonitos. Porém, o gosto é outra história: os cogumelos tem um sabor forte e bem marcante e o missô tempera total.

Vamos para a receita? Vou colocar a versão completa mas ela também tem versão vegana substituindo apenas UM ingrediente!

15250781_10210410016143034_3049523488760013372_o
A foto também não ajuda mas eu não sei tirar foto de comida, desculpa.

☕️🍲🍜Soba com funghi, shimeji e molho de missô e shoyu☕️🍲🍜

Ingredientes

  • 100g de macarrão tipo SOBA (macarrão de arroz ou “macarrão para yakisoba”)
  • 50g de cogumelos funghi secos
  • 50g de cogumelos shimeji frescos
  • 1 colher de sopa de manteiga (pode substituir por óleo de coco se quiser a receita vegana!)
  • Um pacotinho de mistura de missoshiro (é missô, uma pasta de soja). Você pode ver do que se trata nesse link. Caso queira fazer com o missô que vem no pote de margarina, dissolva uma colher de sobremesa em água antes de colocar. Não use o que parece uma sopinha vono, aquele não presta.
  • Shoyu a gosto

Modo de preparo (bem explicadinho passinho por passinho)

  • Primeiro, hidrate o funghi. É só colocar na água, bastante água, e esperar que ele amoleça. O funghi dobra de tamanho quando hidratado, mas ele vai encolher novamente quando for para a panela, então não se assuste com a quantidade.
  • Aproveita esse tempo também para lavar e cortar o shimeji, tirando aquela raiz mais grossa – eu costumo separar os “mini cogumelinhos” um a um, mas aí é gosto pessoal (eu acho mais bonitinho 🙈).
  • Quando estiver molinho, escorra o funghi.
  • Coloque a água para fazer o soba no fogo.
  • Em uma frigideira, com fogo baixo (a receita inteira é feita no fogo baixo) coloque o shimeji e deixa ele cozinhar.
  • Não precisa colocar água nem óleo e nem nada, ele vai soltar a água dele mesmo e vai começar a cozinhar (ele não frita e não gruda na frigideira!).
  • Quando essa primeira água secar, coloque o funghi já escorrido e deixa eles ali, soltando água. Pode mexer se quiser, mas não precisa. Se a frigideira é anti aderente, eles não vão grudar. Se desconfiar que deu aquela grudadinha, pode mexer sem problemas.
  • A água do soba começou a ferver? Então coloque o macarrão sem quebrar. Ele vai descer aos poucos, enquanto cozinha. É importante manter o tempo de cozimento da embalagem (que varia entre 3 e 6 minutos, geralmente) porque esse macarrão é bem diferente do macarrão que estamos acostumados.
  • Enquanto o soba vai ficando pronto, acrescente a manteiga ou óleo de coco nos cogumelos. Agora sim eles dão uma “fritadinha”, mas na verdade já estão prontos. A manteiga vai começar a fazer o “molho”.
  • Assim que a manteiga estiver bem derretidinha, acrescente o missô ou pacotinho de mistura para missoshiro.
  • Misture BEM o missô. Ele já é um tempero mais completo, é feito à base de soja e é MUITO salgado. Por isso não vai sal nessa receita.
  • Tire o soba do fogo e escorra, mas deixa só um pouquinho (bem pouquinho) de água nele.
  • Coloque o shoyu nos cogumelos. Nesse ponto, é gosto pessoal – eu coloquei cerca de duas colheres de sopa, mas aí você decide se quer mais ou menos forte de shoyu.
  • Coloque o soba escorrido com aquele pouquinho de água.
  • Esse restinho de água do soba vai ajudar a criar um “molho” que vai engrossar bem pouco. É coisa de mais uns 5 minutos no fogo baixinho para que isso aconteça.
  • Vá mexendo o soba com os cogumelos durante esse tempo. Não é um molho grosso, então tem que mexer bem e depois “caçar” cogumelos para colocar no prato. Eles não grudam no macarrão hahaha.
  • Tudo incorporado e bonito, com aquele cheirinho de comida diferente pela casa? Apague o fogo e bom apetite!

Versão vegana: pode substituir manteiga por óleo de coco. A consistência dos dois parece diferente, mas o efeito é o mesmo.
Rendimento: 4 porções (se você for esfomeadinho como eu, rende só duas hahaha)
Tempo de preparo: 30 minutos

Custo: cerca de R$40 (R$ 10 por porção)
Valores estimados*
Soba: R$ 6 (pacote grande, rende muito)
Funghi: R$ 9 (comprado na zona cerealista – veja o guia!)
Shimeji: R$ 10 (bandeja em promoção no Carrefour)
Shoyu: R$ 4 (pequeno)
Missô: R$ 2 (vem em pacotes de 10 na Liberdade)
Manteiga/Óleo de coco: R$ 5/R$ 20 (rende muito, especialmente o óleo de coco. Também comprei na zona cerealista)

*Valores mudam conforme a região em que você está. Estes preços são valores estimados para a cidade de São Paulo, com custo de deslocamento pois alguns itens foram comprados na Zona Cerealista. Portanto, o custo da receita pode aumentar ou diminuir conforme a região que você mora.


Quem experimentar me conta se curtiu!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s