Comida e Bebida · Frutas da Estação

Frutas da estação – Novembro

Eu passei boa parte da minha vida sem comer fruta e agora que eu como, eu como MUITA fruta.

Algumas frutas são sazonais, ou seja, elas só estão disponíveis em abundância ou num preço melhor em determinada época do ano.

O site Drinquepedia tem uma tabela ótima de sazonalidade, mas aqui eu vou falar das frutas mês a mês, assim a gente se prepara junto para fazer a feira 😉

novembro

Abacaxi: eu não sou muito fã porque me enche de afta, mas agora é a época daquele menorzinho, o pérola, que é mais doce. Para escolher abacaxi é fácil: dá uma puxada numa folha do centro da coroa, quanto mais fácil sair, mais maduro está. O abacaxi é rico em fibras pra fazer você cagar direitinho ir no banheiro certinho, tem vitamina C e Betacaroteno, esses lindos que evitam que a sua imunidade baixe.

Acerola: eu gosto de misturar no suco. Tem um pé de acerola lá na praia, comi tanta que enjoei, acho. Quanto mais vermelha/vinho ela for, mais madura está. Acerola é tipo feijões de todos os sabores do Harry Potter, só comendo pra saber se vem uma docinha ou uma azedona. É rica em vitamina C, tem muito mais que a laranja, por exemplo, e ajuda na manutenção da imunidade.

Banana nanica e prata: eu amo banana, especialmente banana prata. Quando ela está bem amarela, aquele amarelo que chega a ser escuro, já com umas pintinhas pretas nas casca, então, é essa que derrete na boca e é doce. Banana verde amarra, eca. A banana é rica em potássio, que ajuda a prevenir câimbra em quem faz exercício regularmente, fora que ela é rica em fibras e em vitaminas do complexo B, esse bonito que ajuda o sistema todinho da gente a funcionar.

Caju: amo muito e amo quando é época! Só fica barato aqui em SP por uns 2 meses, então é pra aproveitar muito. É rico em vitamina C e tem pouca frutose (o açúcar das frutas que pode dar pico de glicemia). Pra escolher, é só olhar a castanha em cima, se estiver bem escura tá madurinho.

Coco verde: água de coco, óleo de coco e o coco mesmo, eu amo. Nessa época, tem água de coco verde em tudo que é canto. Coco é bom quando cai do pé, então é bom comprar e sempre esperar um pouco antes de abrir – e, por favor, cuidado com os dedos na hora de abrir o coco, por favor. A água de coco hidrata e o coco tem tantos benefícios que eu vou fazer um post só pra ele (me cobrem).

Framboesa: já tive até blog com esse nome de tanto que eu gosto dessa frutinha. Ela é docinha, quanto mais escura mais doce é e mais madura ela está. Pode acompanhar qualquer coisa: quer colocar no iogurte? Combina. Quer colocar no arroz? Combina. É rica em vitamina C e ajuda a prevenir a nossa imunização racional imunidade.

Jaca: mamãe amava, eu tenho sentimentos controversos. É uma fruta que cai do pé quanto está madura e eu sinceramente não sei escolher… Mas é rica em vitamina A, C e potássio, então boa coisa deve fazer além de feder sua geladeira para todo o sempre.

Laranja pera: tem várias variedades (hã hã hã) de laranja no mercado e a pera é das mais populares. Ela precisa ter a casca bem lisa e brilhante e não estar muito dura, aí tá no ponto de comer ou fazer suco. A laranja é boa porque tem bastante vitamina C, mesmo que tenha muita frutose. Em todo caso, ela pode servir de esponjinha pro sal: errou na hora de salgar o feijão? Tudo bem, só jogar uma laranja dentro.

Mamão: eu AMO ÉPOCA DE MAMÃO. É tipo minha segunda fruta favorita na vida (a primeira sempre será banana). Cata aquele mamão mais amarelinho, aquele que tá com a casca lisinha e ele tá meio molengo, é esse que tá maduro e pronto para ser consumido. Já conhecido por todo mundo como a frutinha que faz seu intestino funcionar, o mamão é rico em fibras que ajudam também na absorção de nutrientes na passagem pelo canal do cocô.

Manga: eu também AMO MANGA. Desculpa, eu amo várias frutas. A manga é doce e, apesar dos fiapinho que servem de fio dental ou, se você for porquinho, vai perder pra sempre no meio dos dentes, a manga é uma fruta prática: partiu, comeu. Escolher é fácil: não pode estar molengona, tem que estar predominantemente vermelha e amarela, mas se tiver verde tudo bem, ela dá pra “semana”. A variedade Tommy não tem fiapinhos #ficadica. A manga tem muuuita vitamina C e supre qualquer vontade de docinhos pois é rica em frutose. Pro pré-treino a manga é amor, é glicose, é queima de carbo.

Maracujá: calmante natural, docinho, dá pra fazer várias comidas boas… Maracujá é versátil, rico em vitamina C e em fibras, mas também tem vitaminas do complexo B, tem vitamina A, tem fósforo… Ou seja, consuma maracujá. Pra escolher é fácil: quanto mais pesado e enrugado, melhor. Tá lisinho, com casquinha brilhante? Tá verde e não vai estar tão doce. Quanto mais o maracujá parece seu vô, melhor (desculpas antecipadas a todos os avôs).

Melancia: olha, eu vou ser bem sincera e não quero ninguém me julgando, mas acho melancia um negócio bem sem graça. Como, mas não tenho grandes amores. Melancia boa é a que está pesada, casca lisinha e brilhante, que você dá um tapa e estrala a mão. A melancia tem muita muita muita água mesmo e isso é ótimo, porque nesse verão de meu Deus ela ajuda seu corpo a ficar hidratado. A melancia também tem licopeno, um negócio que previne várias coisas ruins mas o legal mesmo é que ele ajuda a manter sua imunidade em dia.

Melão: não sou fã porque eu acho muito doce, mas tem algumas variedades que eu bem curto, viu? Eu e o namorado temos consumido muito o melão cantaloupe, ele é pequeno, amarelinho e tem gosto de bala de melão. Pra escolher os que tem a casca mais grossa, tem que apertar no “umbigo” dele, onde foi colhido, se estiver mais molengo é porque está maduro. O melão tem bastante fibra, além de vitaminas A e C.

Nectarina: gosto mais do que de pêssego, pra ser bem sincera. Não é uma fruta muito barata mas na época vale a pena comprar. Sai apertando as nectarinas todas na banca sem medo de ser feliz, se não estiver muito firme é essa mesmo que você tem que pegar. A nectarina tem vitaminas A, C, Zinco e Fósforo, sendo que esse último é um mineral sucesso que ajuda a manter a saúde celular da sua pele. Além de tudo, o nome nectarina é muito bonito.

Pêssego: é a fruta favorita do meu namorado (nossa que informação super relevante). Se está no ponto certo, o pêssego é bem doce, especialmente se for o americano. Se a casca está bem vermelha e ele está meio mole, é o ponto certo, basta abrir e se deliciar. O pêssego nacional é bem pequenininho, o americano é grande e tem ainda o espanhol, que é achatado e estraga muito rápido (não recomendo). O pêssego tem potássio, sódio, catotenóides (o nome é feio mas o benefício é bom), tem vitaminas A, B e C, além de ter fósforo também, o lance da pele de pêssego vem dele. Sigo preferindo nectarina.

Tangerina ou Mexerica: tem gominhos então não sou lá a maior fã, mas tem bastante vitamina C pra manter a imunidade em dia, tem vitamina B12 que deixa as cabelas bonitas, tem cálcio que deixa os dentes bonitos. Escolher é fácil: tenta pegar as que tão balançando dentro da casca, que não precisa ser lisinha e brilhante. Na dúvida, pede pra alguém abrir pra você (na feira sempre abrem).

***

É isso, espero que tenham curtido o post. Gostei de ensinar a escolher as frutas e compartilhar o que tem de melhor em cada uma delas.

Agora é comprar e comer.
Bom apetite!

 

Anúncios

2 comentários em “Frutas da estação – Novembro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s